As 10 melhores dicas para uma alimentação saudável

planos de alimentação saudável

Iniciar planos de refeições saudáveis ​​não significa planejar refeições rígidas, inflexíveis, sem sabor e chatas. Não se trata de passar fome a ponto de chorar ou ficar muito magro. Muito pelo contrário, trata-se de se sentir bem, ter energia que dure o dia todo, dormir profundamente a noite toda e ser o mais saudável possível. Trata-se de reduzir o risco de doenças que são falsamente consideradas como parte do processo de envelhecimento. Tudo isso pode ser alcançado sem esforço, mudando gradualmente para um menu de alimentação simples e saudável.

10 dicas de alimentação saudável

1 – Não abandone instantaneamente seus hábitos alimentares atuais

Faça da sua transição para planos de refeições saudáveis ​​um processo gradual e passo a passo. Se você se comprometer a fazer a mudança em etapas pequenas e gerenciáveis, estará se alimentando de maneira saudável antes que perceba.

Em vez de se preocupar em contar calorias ou medir porções, pense em mudar sua dieta em termos de cor, frescor e variedade. Encontre receitas que exigem frutas e vegetais frescos. Aos poucos, sua alimentação ficará mais saudável e saborosa.

Lembre-se, faça essa mudança gradualmente, não da noite para o dia. Comece adicionando uma salada de legumes colorida a uma refeição todos os dias por algumas semanas. Então talvez adicione frutas frescas para a sobremesa. Faça a transição gradual.

Cada mudança que você faz em sua dieta é importante. Você não precisa ser perfeito ou eliminar instantaneamente os alimentos de que gosta. Seu objetivo de longo prazo é se sentir bem, ter energia e reduzir suas chances de diabetes, doenças cardíacas ou câncer.

Pense na água e nos exercícios como partes integrantes de sua nova transição.

Seu corpo precisa de água limpa e clara. Sem os chamados sucos de frutas (a menos que sejam espremidos na hora) e, especialmente, sem café. Muitas pessoas passam a vida desidratadas porque bebem muito pouca água ou quase exclusivamente café. Seu sistema digestivo precisa de muita água para funcionar com eficiência, assim como todos os órgãos do corpo. Esses chamados sucos de frutas estão cheios de açúcar, aromatizantes e conservantes que seu corpo não consegue digerir, então você os armazena como gordura. O café nada mais é do que uma droga viciante que desidrata o corpo. O café é a maior droga do mundo.

Além disso, o corpo humano foi construído para o movimento, não para o estilo de vida sedentário que a maioria das pessoas vive hoje. Escolha uma atividade que você goste e faça dela parte de sua rotina diária, mesmo que seja duas ou três vezes ao dia.

2 – O segredo é a moderação

A chave para mudar para uma dieta saudável é a moderação. Seu corpo sempre precisa de um equilíbrio de carboidratos, proteínas, gorduras, fibras, vitaminas e minerais. Não pense que alguns alimentos estão fora dos limites, pense em porções menores e coma com menos frequência.

3 – Como você come

Não é o que você come, é como você come. Diminua a velocidade, pense em comida como comida, não algo para devorar enquanto você corre daqui para lá. E, tomar café da manhã. Saia da cama todas as manhãs, faça alguns exercícios leves para aumentar a frequência cardíaca e abrir os pulmões e, em seguida, tome um café da manhã leve e saudável. Seu corpo quer exercício e quer tomar café da manhã. Você passou várias horas sem comer, então seus órgãos precisam de nutrição para acordar e começar a trabalhar.

4 – A cor é o segredo

Frutas e legumes são o ingrediente secreto de uma dieta saudável. Eles são carregados com vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras. Você diz que não gosta de vegetais? Incorpore vegetais frescos em sua dieta pouco a pouco. Você logo adquirirá o gosto por vegetais porque seu corpo os deseja e precisa deles.

Vegetais verdes fornecem cálcio, magnésio, ferro, potássio, zinco, vitaminas A, C, E e K e ajudam a fortalecer o sangue e o sistema respiratório. Legumes doces ajudam a eliminar o desejo por doces. Milho, cenoura, beterraba, batata-doce ou inhame, abóbora e cebola são exemplos de vegetais doces. Uma grande variedade de frutas é essencial para uma dieta saudável. Bagas combatem o câncer, maçãs fornecem fibras e frutas cítricas estão cheias de vitamina C.

5 – Coma carboidratos saudáveis

Quando a maioria das pessoas pensa em carboidratos, pensa em pães, batatas, massas e arroz. É verdade que são carboidratos, mas são carboidratos amiláceos não saudáveis. Eles se decompõem em glicose muito rapidamente, tornando os níveis de açúcar no sangue e insulina muito erráticos. Frutas, vegetais e grãos integrais são fontes saudáveis ​​de carboidratos. Observe, eu disse grãos de trigo integral, não pão de trigo integral.

6 – Gorduras Saudáveis ​​vs Gorduras Não Saudáveis

As gorduras são uma parte necessária da sua dieta, no entanto, existem gorduras saudáveis ​​e não saudáveis. Você precisa de gorduras saudáveis ​​para nutrir seu cérebro, coração, cabelo, pele e unhas. As gorduras ômega-3 e ômega-6 do salmão, arenque, cavala e sardinha são vitais para sua dieta. As gorduras que você precisa para começar a cortar de sua dieta são gorduras trans e gorduras saturadas.

7 – Proteína

A proteína fornece os aminoácidos necessários para construir tecido muscular, fortalecer nosso sistema imunológico, nosso coração e nosso sistema respiratório. A proteína também ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Quando pensamos em proteína, geralmente pensamos em carne vermelha, que é carne vermelha magra. Outras fontes de proteína para trabalhar em sua dieta saudável incluem salmão e outros peixes frescos e peru.

8 – Seu corpo precisa de cálcio

Claro, os produtos lácteos são a fonte óbvia de cálcio. No entanto, vegetais de folhas verdes são uma excelente fonte de cálcio. O feijão também é rico em cálcio.

9 – Açúcar e Sal

Açúcar e sal são necessários para nossa sobrevivência, porém devem ser ingeridos com moderação. Açúcar e sal estão escondidos em muitos de nossos alimentos processados ​​hoje. Alimentos como pão, sopas e legumes enlatados, molho de espaguete, margarina, purê de batata instantâneo, jantares congelados, fast food, molho de soja e ketchup. Novamente, para uma transição suave, remova gradualmente esses alimentos de sua dieta.

10 – Planeje as refeições com antecedência

Planeje suas refeições por semana ou até por mês. Planejar suas refeições elimina o desejo de pegar algo simples, fácil e pouco saudável.

Conclusão – Seu cardápio de alimentação saudável

Lembre-se, alimentação saudável não significa ser submetido a um regime estrito e chato. Significa ter mais energia, dormir melhor à noite e reduzir o risco de diabetes, doenças cardíacas, câncer e outras doenças erroneamente atribuídas ao envelhecimento. Faça sua transição gradual e você estará desfrutando de planos de refeições saudáveis ​​​​antes que você perceba.

As 10 melhores dicas para uma alimentação saudável

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *