Culinary Spotlight – Indian Cuisine – Uma interessante mistura de ervas, especiarias, cultura e religião

Quando pensamos na culinária indiana, muitas vezes pensamos em pratos aromáticos temperados com ervas e especiarias, e esse pensamento geralmente está correto. A culinária indiana é definitivamente conhecida por seu sabor forte e aroma forte devido à variedade de ervas e especiarias que utilizam em seus pratos.

A culinária indiana também varia de região para região. Isso ocorre porque muitos fatores ajudaram a moldar a evolução e a história da culinária indiana, dependendo da região, conforme mencionado acima.

As técnicas e métodos culinários indianos datam de cerca de 5.000 anos. Foi moldado tanto pela terra quanto pelo produto que vem de uma região específica; portanto, existem diferentes cozinhas indianas regionais. Além disso, sua religião também influenciou muito sua culinária. Outro fator que influenciou bastante a culinária indiana são os comerciantes e viajantes que passam pela região. Deixam para trás novas formas de cozinhar, novos pratos e novos ingredientes que os locais incorporam à sua cozinha. Os governantes que governaram também influenciaram a culinária indiana. Mas o mais fascinante é que nunca se perdeu a identidade da cozinha indiana original. Na verdade, manteve sua singularidade e todas essas influências apenas tornaram a culinária melhor e mais rica.

A dieta normal consiste em carne, geralmente carne de caça, e também fazem uso de frutas e vegetais. O uso de especiarias é usado há muito tempo na culinária indiana, e isso remonta a cerca de 3.000 aC. À medida que religiões como o budismo e o hinduísmo cresciam na Índia, o vegetarianismo tornou-se predominante e floresceu. Na verdade, a proibição de comer carne bovina tornou-se uma característica de longa data do hinduísmo, e essa prática continua até hoje.

Na Idade Média, viajantes e comerciantes trouxeram chá e especiarias para a Índia. Muito mais tarde, a culinária indiana foi novamente influenciada por invasores e conquistadores da Ásia Central e da região afegã. Foi também nessa época que os temperos passaram a fazer parte da culinária indiana, principalmente o uso do açafrão. No século 18, quando os britânicos chegaram à Índia para governar a terra, ocorreu um casamento entre as duas cozinhas e as duas culturas, e foi cunhado como cozinha anglo-indiana. Portanto, não foi surpreendente ver a culinária britânica tradicional, como rosbife, obter uma influência indiana ao usar temperos indianos locais, como pimenta vermelha e curry. As tradições Raj também surgiram, uma das quais é a tradição do chá.

Se há algo que pode ser dito sobre a culinária indiana, é que, embora muitas cozinhas internacionais tenham influenciado muito as receitas e métodos tradicionais da culinária indiana, ela sempre manteve sua autenticidade e originalidade. Além disso, preservou a sua cultura e história, nomeadamente no que diz respeito a evitar o uso de carne de porco ou de vaca nos seus pratos por motivos religiosos.

Como dito acima, há uma variedade de cozinhas indianas regionais que ajudaram a moldar o que é agora. Essas regiões são Awadhi, Mughlai, Bengali, Rajasthani, Konkani, Udupi, Malabari, Punjabi, Hyderabadi, Sindi, Marwari, Chettinadu, Dogri, Kashmiri e Marathi. Essas culinárias indianas regionais diferem nos ingredientes usados, bem como nos métodos usados ​​para cozinhar seus pratos, e cada culinária indiana regional será discutida em breves detalhes nos artigos a seguir.

Ingredientes usados ​​na culinária indiana

* A lista a seguir não é exaustiva. Destina-se apenas como uma fonte de referência.

Leguminosas e Leguminosas: Bengal gram, black gram, green gram, lentilhas, split gram, soja.
Condimentos e Especiarias: Assa-fétida, cardamomo, pimenta, cravo, coentro, cominho, erva-doce, feno-grego, alho, gengibre, maça, noz-moscada, orégano, pimenta, tamarindo, açafrão, noz.
Nozes e Oleaginosas: Amêndoa, Caju, Gengibre, Coco, Amendoim, Linhaça, Mostarda, Pistache, Cártamo, Girassol.
Cereais e Grãos: Painço, cevada, trigo mourisco, milo, milho, ragi, arroz, sêmola, trigo, farinha de trigo.
Vegetais: Cebola, alho, espinafres, ervilhas, tomate, grão-de-bico, batatas.
Carnes: Frango, cordeiro, cordeiro.
Frutos do mar: Camarões, camarões, lagostas e uma variedade de peixes de água salgada.

Frango Tikka Masala Clássico

Ingredientes:

* 2 colheres de sopa de óleo vegetal

* 1 colher de manteiga

* 400 g de cebola picada

* 600g de tomate picado

* 1 kg de peito de frango, sem pele e cortado em cubos de 2,5-4 cm

* 4 colheres de sopa de pasta Patak Tikka Masala

* 2 colheres de sopa de iogurte natural grosso

* Sal a gosto

* 150ml de creme

* uma pitada grande de folhas secas de feno-grego (opcional)

* 3 colheres de sopa de coentro fresco picado

* suco de ½ limão

* uma pitada de açúcar

Procedimento:

1. Em uma tigela, misture 2 colheres de sopa de pasta Patak Tikka Masala e iogurte. Adicione o frango, cubra e deixe marinar na geladeira por pelo menos 2 horas ou durante a noite, se tiver tempo.

2. Aqueça o óleo em uma frigideira grande e pesada em fogo baixo. Adicione as cebolas picadas e refogue por cerca de 10 minutos até dourar levemente.

3. Adicione as 2 colheres de sopa restantes da Pasta Tikka Masala de Patak e cozinhe por 2 minutos. Regue um pouco de água se o molho começar a grudar.

4. Adicione os tomates picados e a manteiga. Cubra e deixe ferver por cerca de 25-30 minutos, mexendo em intervalos regulares até que a manteiga se separe do molho.

5. Retire o frango da marinada e acrescente ao molho. Continue cozinhando por cerca de 10 a 15 minutos ou até que o frango esteja cozido.

6. Adicione sal e açúcar a gosto e acrescente o creme de leite.

7. Por fim, adicione as folhas secas de feno-grego e esprema o suco de limão. Polvilhe com os coentros picados e sirva quente com pão Patak naan.

Frango Clássico Korma

Ingredientes:

* 450 g de peito de frango em cubos

* 100 g de cebola cortada em rodelas

* 1 colher de chá de pimenta preta moída

* 1 colher de sopa de amêndoas laminadas

* 25ml de creme de leite

* 1 colher de sopa de coentro fresco picado

* 1/2 colher de chá de sementes de funcho

* 1 tomate picado

* 2 colheres de sopa de óleo vegetal

* 1/2 colher de chá de raiz de gengibre, picada finamente

* Sal a gosto

* 3 colheres de sopa de pasta Patak Korma

Procedimento:

1. Aqueça o óleo em uma frigideira e refogue as cebolas fatiadas. Adicione as sementes de erva-doce e frite por 1-2 minutos.

2. Adicione a pimenta-do-reino e o frango e continue cozinhando por mais 3 minutos, depois acrescente a pasta Patak’s Korma e o tomate.

3. Cozinhe por 15 minutos ou até que o frango esteja cozido, regue com água se a mistura começar a grudar na panela.

4. Adicione o gengibre, metade das folhas de coentro, as amêndoas laminadas e o creme de leite. Cozinhe por mais 3 a 4 minutos e sirva quente, decorado com o coentro restante.

Culinary Spotlight – Indian Cuisine – Uma interessante mistura de ervas, especiarias, cultura e religião

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *